Thomas Law: Relações Brasil-China são tema de debate realizado pela OAB Nacional – 25 NEWS
sábado, 2 março, 2024

Thomas Law: Relações Brasil-China são tema de debate realizado pela OAB Nacional

Dr. Thomas Law foi um dos mediadores de evento que reuniu juristas, embaixadores, políticos e empresários em Brasília

Thomas Law: Relações Brasil-China são tema de debate realizado pela OAB Nacional

Dr. Thomas Law foi um dos mediadores de evento que reuniu juristas, embaixadores, políticos e empresários em Brasília

O Conselho Federal da OAB, por meio de sua Comissão Nacional de Relações Internacionais e pela Coordenação Nacional das Relações Brasil-China (CNRBC), realizou o evento “Advocacia sob a Perspectiva Internacional: Panorama Interdisciplinar e Oportunidades entre o Brasil e a China”, nesta segunda-feira (12/12). O encontro foi realizado de forma híbrida, reunindo os participantes na sede da OAB Nacional, com transmissão simultânea pelo canal da OAB no Youtube.

A mesa de honra foi formada por Beto Simonetti, presidente do Conselho Federal da OAB; Thomas Law, presidente do Ibrachina e da CNRBC;  Sóstenes Marchezine, o vice-presidente da CNRBl;  Clarita Costa Maia, secretária da CNRBC; Bruno Martins, secretário-adjunto da CNRBC; Cristiane Damasceno, presidente da Comissão Nacional da Mulher Advogada da OAB. Também participaram Felipe Sarmento, Conselheiro Federal Decano; José Erinaldo Dantas Filho, presidente da Seccional Ceará da OAB; Erinaldo Dantas; presidente da OAB-CE e coordenador do Colégio de Presidentes das Seccionais da OAB Nacional, e o senador Danny Fabricio.

Na abertura, ocorreu uma apresentação especial, sob a temática “Olhar Estratégico às Relações Diplomáticas e Institucionais entre o Brasil e China: ontem, hoje e amanhã”. Na ocasião, fizeram uso da palavra Paco Britto, vice-governador do Distrito Federal; Marcos Bezerra Abbott Galvão, Embaixador do Brasil na China; Ministro Jin Hongjun, Encarregado de Negócios da Embaixada da China no Brasil; e Fausto Ruy Pinato, deputado federal e presidente das Frentes Parlamentares Brasil-China e BRICS.

Os especialistas participantes dos painéis abordaram as relações sino-brasileiras sob várias perspectivas, incluindo questões legais, comerciais, diplomáticas e históricas. A China é o principal parceiro comercial do Brasil, respondendo pela maior participação nas exportações brasileiras em 2021: 31,28% do total, ou 87,7 bilhões de dólares.

Além disso, existem laços históricos, com a imigração chinesa no Brasil tendo completado 122 anos em 2022. Desde sua fundação, a CNRBC vem trabalhando junto com o Ibrachina para uma maior integração jurídica entre os dois países, num trabalho em conjunto com a China Law Society, entidade que desempenha funções regulatórias, de supervisão e de orientação profissional sobre questões jurídicas no país asiático.

Na avaliação de Thomas Law, “o evento foi um sucesso, trazendo muitos debates relevantes sobre as relações Brasil-China. Esta é uma semente do que estamos planejando para os próximos anos para promover a aproximação dos países e no avanço do entendimento mútuo na questão legal”.

Conforme destacou o presidente da OAB Nacional, Beto Simonetti. “sabemos da importância dessa relação, e este o evento aborda a advocacia sob a perspectiva internacional com panorama interdisciplinar e oportunidades entre Brasil e China, isso não se restringe só à advocacia”.

 

Painéis temáticos

O primeiro painel abordou o “Panorama macro de oportunidades a partir do fluxo comercial e potenciais entre o Brasil e a China”. Debateram o tema o Luiz Augusto de Castro Neves, ex-embaixador do Brasil na China; João Manssur, coordenador das Relações Brasil/China da Comissão Especial de Relações Internacionais da OAB/SP; e José Ricardo dos Santos Luz Júnior, co-Chairman & CEO da LIDE China. A mediação ficou a cargo de Bruno Martins.

Na sequência, ocorreu o painel “Brasil e China sob a perspectiva legal interdisciplinar: que tipo de profissional tem espaço no mercado?”. Apresentaram suas considerações Zhang Mingqi, Vice-Presidente e Secretário-Geral da China Law Society – CLS; Evandro Menezes de Carvalho, Coordenador do Núcleo de Estudos Brasil-China da Fundação Getúlio Vargas – FGV Direito Rio; César Pereira, árbitro de diversas instituições internacionais. O mediador foi Thomas Law.

 

O terceiro painel tratou do tema “Brasil, China e uma Sociedade Global em Disrupção: panorama introdutório sobre Tecnologia, Inovação, Transformação Digital e Criptoeconomia”. Alexandre Senra, Procurador da República e coordenador do Grupo de Trabalho Criptoativos do Ministério Público Federal, discorreu sobre o assunto, tendo Sóstenes Marchezine como mediador.

O ex-presidente da República Michel Temer, fez uma palestra especial  no evento, discorrendo sobre “Um caminho de paz, prosperidade e desenvolvimento para o Brasil e a China: amizade e cooperação mútua entre nações irmãs estratégicas”. Thomas Law mediou.

Fechando a programação, o painel “O Brasil do Agro, os Potenciais de Cooperação com a China e os Desafios da Infraestrutura”. Leandro Mello Frota, Advogado, presidente da Comissão de Saneamento e Recursos Hídricos do Instituto dos Advogados Brasileiros foi o palestrante, com a mediação de Clarita Costa Maia.

Assista na íntegra

COMPARTILHAR.

VEJA TAMBÉM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dez − 4 =

lateral 2 Banner Precisando divulgar? LIT
pace il mondo

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist