Sinal de Alerta:Prefeitura de SP inicia triagem de passageiros vindos do Maranhão – 25 NEWS
quarta-feira, 17 abril, 2024

Sinal de Alerta:Prefeitura de SP inicia triagem de passageiros vindos do Maranhão

3º onda do vírus pode vir do estado do Maranhão

Hoje, terça-feira (25/05), a Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), com apoio da Anvisa, Centro de Vigilância Epidemiológica do Estado e do município de Guarulhos, além das concessionárias que administram as rodovias que dão acesso à capital, a Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) e a Polícia Militar Rodoviária, realiza um plano de ação em terminais rodoviários e rodovias para prevenir a entrada de novas variantes do SARS-CoV-2 no município de São Paulo.

Entre os participantes, ficou pactuado que o Ministério da Saúde, por meio da Anvisa, concluirá um informe técnico orientando como serão realizadas essas estratégias. O município de São Paulo seguirá essas diretrizes. Nos aeroportos, as diretrizes e coordenação das ações serão definidas Anvisa. A SMS aguarda as orientações.

No terminal rodoviário do Tietê, das 8h às 15h, as equipes farão a identificação de passageiros sintomáticos vindos do Maranhão, com aferição de temperatura corporal e outros questionamentos de saúde. Em caso de sintomas, os passageiros serão encaminhados em ambulância da prefeitura para serviços de Pronto Atendimento municipais referenciados, de acordo com o local da ação, onde será feita ao teste RT-PCR. A administração municipal ainda ofertará 30 vagas em hotel próximo ao Terminal Rodoviário do Tietê para o isolamento das pessoas em risco social. O órgão ainda elaborou uma cartilha para viajantes com dicas e orientações para os cuidados com o isolamento domiciliar.

Neste caso, por se tratar de veículo coletivo, todos os ocupantes terão seus dados pessoais cadastrados para que possam ter seu estado de saúde monitorado e sejam prontamente localizados caso seja necessário.

Nas rodovias, serão divulgados materiais informativos de prevenção da doença e cuidados nos painéis digitais das rodovias próximas à cidade. Nos postos de pesagem, será adotada a triagem e orientação dos caminhoneiros com material informativo sobre a doença, maneiras de prevenção, bem como serão também encaminhados os sintomáticos às unidades de saúde para consulta médica e testagem.

 

Triagem

A atividade de triagem na verificação da temperatura, busca por sintomáticos respiratórios e cadastro dos ocupantes dos veículos coletivos (ônibus/aviões), será realizado para monitoramento por até 14 dias. As equipes de assistência estarão acompanhadas por agentes da Vigilância em Saúde e equipe de remoção (ambulâncias).

Em todos os casos, serão ofertados, aos viajantes, material informativo, em forma de cartilha ilustrada, de prevenção da doença, cuidados necessários e orientações aos sintomáticos e assintomáticos. Serão distribuídas também para jornais, revistas, rádio, mídia nos vagões e estações de metrô e trem, entre outros.

As medidas são essenciais no controle da população que chega à cidade de São Paulo, principalmente para evitar a entrada de novas cepas e aumentar o risco de um novo aumento de casos na Capital.

Até o momento, não há qualquer evidência da circulação das cepas indianas no município de São Paulo. Por aqui, foram identificadas apenas duas variantes: P1 – Manaus e B.1.1.7 – Reino Unido.

VEJA TAMBÉM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

5 × um =

lateral 2 Banner Precisando divulgar? LIT
pace il mondo

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist