Novos projetos da Prefeitura de São Paulo destinam 45 mil unidades habitacionais para a Cidade – 25 NEWS
quarta-feira, 24 julho, 2024

Novos projetos da Prefeitura de São Paulo destinam 45 mil unidades habitacionais para a Cidade

As ações irão ocorrer em parceria com a iniciativa privada, com objetivo de atender à política habitacional do Município e fomentar a geração de empregos e renda em toda a Cidade

Novos projetos da Prefeitura de São Paulo destinam 45 mil unidades habitacionais para a Cidade

As ações irão ocorrer em parceria com a iniciativa privada, com objetivo de atender à política habitacional do Município e fomentar a geração de empregos e renda em toda a Cidade

De Secretaria Especial de Comunicação

A Prefeitura de São Paulo abriu prazo de consulta pública a dois editais de chamamento público, um voltado à aquisição de empreendimentos habitacionais inteiros em construção ou em fase de licenciamento, e outro para imóveis pulverizados prontos ou em fase final de construção. O objetivo é reunir contribuições da sociedade civil e de potenciais interessados para aprimoramento das propostas.

Os projetos integram o Programa Pode Entrar (lei 17.638/21) e foram estruturados pela SP Parcerias de acordo com as diretrizes das secretarias de Habitação e Governo Municipal, tendo como finalidade o atendimento à política habitacional do Município.

Trata-se do maior Programa Habitacional já lançado por um Município e possibilitará a provisão de 45 mil unidades habitacionais até dezembro de 2024. Serão mais de R$ 8 bilhões em investimentos com potencial para gerar mais de 50 mil empregos na construção civil. Potencialmente, o programa atingirá mais de 120 mil beneficiários – população semelhante a cidades como Paulínia ou Barretos.

Os documentos ficarão disponíveis para consulta e envio de contribuições por 30 dias. Após o término do prazo, os documentos serão reanalisados e, caso necessário, alterados para posterior publicação dos respectivos editais.

Incentivo ao desenvolvimento urbano orientado ao transporte e à celeridade no atendimento habitacional

Serão aceitos imóveis localizados em todo território do Município, sendo priorizada a aquisição daqueles localizados nos Eixos de Estruturação da Transformação Urbana, como incentivo ao aproveitamento da infraestrutura urbana existente e ao desenvolvimento orientado ao transporte. Tal estratégia visa fomentar, além da provisão de habitação, a redução do tempo de deslocamento, ampliando o acesso da população beneficiada à Cidade, seus equipamentos públicos e ao mercado de trabalho.

Os Chamamentos Públicos propõem um mecanismo padronizado de forma a permitir a atuação do Poder Público em escala e celeridade. Para tanto, as unidades habitacionais deverão cumprir com requisitos mínimos, dentre os quais possuir metragem entre 32 m² e 70m², contando, no mínimo, com 2 quartos e 1 banheiro.

Os imóveis serão adquiridos pela Prefeitura de São Paulo por intermédio da COHAB-SP, que os destinará aos beneficiários no âmbito das políticas de habitação social do Município.

Atento à diversidade do mercado imobiliário no Município, o projeto propõe Editais distintos para abarcar unidades em diferentes fases de conclusão.

Empreendimentos em processo de licenciamento ou em construção

O projeto busca mobilizar o mercado de construção civil para ofertar 40 mil imóveis para atendimento da política habitacional da cidade, todas as quais deverão ser concluídas e entregues até dezembro de 2024.

Serão aceitas ofertas de empreendimentos inteiros, os quais deverão ter no mínimo 50 ou 100 unidades, a depender da região da Cidade.

O projeto inova ao possibilitar a mobilização do mercado de construção para atendimento em escala da demanda por habitação social, e por propiciar mecanismo que oferece aos construtores maior segurança jurídica e financeira, prevendo a disponibilização da integralidade dos valores necessários para a construção dos empreendimentos em contas de movimentação restrita, com pagamentos atrelados ao cronograma de obras.

Aquisição de imóveis prontos ou em fase final de construção

O projeto objetiva a aquisição de 5 mil imóveis pulverizados para atendimento da política habitacional da cidade, todas as quais deverão ser concluídas e entregues até junho de 2023. Almeja-se, portanto, imóveis prontos, com até 10 anos de construção, ou em fase final de construção.

Serão aceitas propostas que comportem um mínimo de 50 unidades, sendo ao menos 5 localizadas no mesmo empreendimento.

Por fim, os chamamentos permitem também a compra de empreendimentos novos ou retrofitados, sendo, dessa forma, um estímulo à correta destinação de imóveis ociosos e ao processo de requalificação da região central por meio de retrofits em edifícios já construídos, reforçando a potencialidade de transformação urbana do projeto, e acelerando o atendimento às famílias que aguardam unidades para os programas habitacionais de aquisição definitiva ou locação social.

Sobre o Programa Pode Entrar (lei 17.638/21)

O programa Pode Entrar foi desenvolvido para ampliar e facilitar o acesso ao sistema habitacional do município, criando mecanismos inovadores de incentivo à produção de empreendimentos habitacionais de interesse social, por meio da requalificação ou aquisição de imóveis privados, com uma política habitacional de financiamento e locação de subsidiados.

Para mais informações sobre o programa, clique aqui

SECOM – Prefeitura da Cidade de São Paulo
Telefones: 3113-8835/ 3113-8831
E-mail: imprensa@prefeitura.sp.gov.br
Sala de Imprensa: imprensa.prefeitura.sp.gov.br

VEJA TAMBÉM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

cinco × 1 =

lateral 2 Banner Precisando divulgar? LIT
pace il mondo

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist