terça-feira, 19 outubro, 2021

Museu do Ipiranga será entregue em setembro de 2022

Prefeito Ricardo Nunes e o governador estiveram no local na manhã de hoje (31). A reabertura acontecerá em setembro de 2022 para as comemorações do bicentenário da Independência do Brasil

Com apoio da Prefeitura, Novo Museu do Ipiranga será reaberto em um ano

Prefeito Ricardo Nunes e o governador João Doria estiveram no local na manhã de hoje (31). A reabertura acontecerá em setembro de 2022 para as comemorações do bicentenário da Independência do Brasil

Começou hoje a contagem regressiva para receber o Novo Museu do Ipiranga, que atualmente está com 70% das obras concluídas. O prefeito e o governador vistoriaram nesta terça-feira o trabalho de restauro executado pelo Governo do Estado. A Prefeitura de São Paulo dá apoio na reforma do Monumento à Independência, a Cripta Imperial e o Jardim Francês, além de intensificar as ações de zeladoria nos arredores do museu e no Parque da Independência. A reabertura acontecerá em setembro de 2022 em comemoração ao bicentenário da Independência do Brasil.

Segundo a secretária municipal de Cultura, Aline Torres, a obra é muito minuciosa e contará com recursos privados. “A gente já fez a licitação para elaboração do projeto e os trabalhos já estão começando”, disse.

O cronograma entra na etapa de recuperação do Jardim Francês. O projeto prevê a restauração de toda a área construída e botânica do local, além da construção de um restaurante com 270m², espaço para food bikes, modernização da iluminação, requalificação das vias de acesso e o resgate de duas fontes do projeto original, demolidas em 1972.

O investimento total nas obras é de R$ 210 milhões, dos quais R$ 170 milhões foram captados junto à iniciativa privada – com e sem Lei Rouanet. O valor investido pelo Governo de São Paulo é de R$ 19 milhões, por meio de convênio entre a Secretaria de Cultura e Economia Criativa e a Fundação de Apoio à USP, responsável pela gestão do projeto, além de um aporte de R$ 11 milhões da USP.

Parque da Independência

O Museu do Ipiranga está localizado na Zona Sul de São Paulo, já nas proximidades da divisa com a Zona Leste, as duas maiores e mais povoadas da cidade.

O entorno da instituição tem um padrão social bastante complexo, abrigando desde bairros de classe média baixa e média oriundas de seu passado fabril, até novos condomínios de classe média alta erguidos em terrenos de fábricas desativadas, além de acolher a maior ocupação da cidade, Heliópolis, com mais de 100 mil habitantes.

Os diferentes setores sociais que ocuparam esse entorno deixaram muitas marcas que são consideradas patrimônio cultural preservado pelo poder público. O maior deles é o Parque da Independência, que abriga o Museu do Ipiranga, o horto botânico, o jardim “francês”, a Casa do Grito e o Monumento à Independência, conjunto tombado pelo Iphan, Condephaat e Conpresp.

O parque, aberto diariamente das 5h às 20h, conta com praça para eventos, estacionamento, pista de cooper, aparelhos de ginástica, playground, área de estar, sanitários, chafariz com fonte e cascata.

Por conta das obras, os portões 10,11,12 com entradas pela Rua dos Patriotas permanecerão fechados. Permanecem abertos os portões da Rua Padre Marchetti, os portões centrais 18,19,20 com entradas pela Rua dos Patriotas e o portão 29 da Rua dos Sorocabanos.

Novo Museu do Ipiranga

A obra, iniciada em outubro de 2019, é executada em duas frentes: ampliação e restauro do Edifício Monumento. Na parte da ampliação, foi realizada uma escavação em frente ao prédio, que abrigará a nova entrada, bilheteria, auditório para 200 pessoas, espaço do educativo, café, loja e sala de exposição temporária.

Já no restauro, estão sendo realizados reparos em todos os detalhes da arquitetura, incluindo a fachada, os interiores e os elementos de marcenaria, como portas e batentes. Quando reaberto, o Novo Museu do Ipiranga terá dobrado sua área total construída, e modernizado o espaço com elevadores, escadas rolantes e sistema de ar-condicionado.

Programação

No dia 7 de setembro, o Museu contará com uma programação especial para comemorar o Dia da Independência. A instituição vai lançar um pocket show gravado por João Bosco no Edifício Monumento em homenagem a Aldir Blanc e com participação de Mart’nália, às 19h, no Facebook e no Instagram do Museu. Também vai inaugurar um totem com um relógio com a contagem regressiva para a reabertura do espaço.

Além disso, serão lançados o game “Museu sob Ataque”; uma série de 12 vídeos sobre as obras mais icônicas do acervo, com o contador de histórias e influenciador digital Ivan Mesquita, divulgados mensalmente nas redes sociais; e projeções de cinco obras em fachadas de prédios em pontos diferentes da cidade, entre os dias 3 e 7 de setembro, das 19h às 21h.

VEJA TAMBÉM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

lateral 2 Banner Precisando divulgar? LIT
lateral 1 frango com polenta - verde 360 x 250 pixels
lateral 3 Banner cardápios Lit

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist