Agora é Lei: Eventos Públicos com mais de 500 pessoas exigirão  comprovante de vacinação do Covid-19 – 25 NEWS
sexta-feira, 21 junho, 2024

Agora é Lei: Eventos Públicos com mais de 500 pessoas exigirão  comprovante de vacinação do Covid-19

Protocolos setoriais em vigência estabelecem que a organização do evento deve fiscalizar a situação vacinal e garantir que os participantes tenham sido vacinados com pelo menos uma dose do imunizante

Organizadores de eventos com público superior a 500 pessoas devem solicitar Passaporte da Vacina

Protocolos setoriais em vigência estabelecem que a organização do evento deve fiscalizar a situação vacinal e garantir que os participantes tenham sido vacinados com pelo menos uma dose do imunizante

Para cumprir o Decreto Municipal nº 60.488, de 27 de agosto de 2021, os estabelecimentos do setor de eventos (como shows, feiras, congressos e jogos esportivos), com público superior a 500 pessoas, deverão solicitar o comprovante de vacinação do cidadão contra Covid-19, autenticado como Passaporte da Vacina, como forma de acesso ao local.

De acordo com os protocolos setoriais em vigência, a organização desses eventos deve fiscalizar a situação vacinal e garantir que os participantes tenham sido vacinados com pelo menos uma dose do imunizante antiCovid. A fiscalização municipal atua cotidianamente, com a intenção de estimular a imunização dos cidadãos, especialmente aqueles que estão com as segundas doses pendentes, aumentando assim a proteção da população contra a doença.

 

Comprovação
Como estabelece o decreto municipal 60.488/2021 “a comprovação pode ser feita por meio digital (com o comprovante disponível nas plataformas VaciVida e ConectSUS) ou com o próprio cartão de vacinação, pelo registro físico. Em relação a quem se vacinou no exterior, basta apresentar o certificado de vacinação do país.

É importante que qualquer estabelecimento pode pedir adesão voluntária do Passaporte da Vacina na cidade, no entanto, em caráter de orientação à população.

Fiscalização
Os estabelecimentos serão fiscalizados pelos órgãos competentes conforme o decreto municipal 59.298, de 22 de março de 2016. A multa para o descumprimento da Lei, segundo os parâmetros da legislação vigente, é a partir de R$ 9.232,65.

Fonte:SECOM prefeitura de SP

VEJA TAMBÉM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

10 + 14 =

lateral 2 Banner Precisando divulgar? LIT
pace il mondo

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist