Parque Independência é modernizado com a reabertura do Museu do Ipiranga – 25 NEWS
quinta-feira, 23 maio, 2024

Parque Independência é modernizado com a reabertura do Museu do Ipiranga

Parque Independência é modernizado com a reabertura do Museu do Ipiranga

Ampliação da área verde e restauro do Monumento e da Casa do Grito fazem parte das comemorações do Bicentenário da Independência

 

Em 7 de setembro de 1822, D.Pedro I deu o grito de independência que fazia o Brasil deixar de ser colônia de Portugal e o transformava em nação própria. Este ato aconteceu na área onde hoje está localizado o Parque Independência e para a comemoração do seu bicentenário, além do tradicional desfile cívico e de uma programação especial preparada pela Secretaria Municipal de Cultura, muitas obras estão sendo realizadas para modernizar o espaço, em um investimento da Prefeitura superior a R$ 11 milhões.

A Secretaria do Verde e do Meio Ambiente faz adequações em bancos, lixeiras, pistas de cooper, acessos, sanitários públicos, refeitórios e vestiários dos funcionários dos parques. No parquinho serão trocados todos os brinquedos, com a instalação também de aparelhos inclusivos, bem como piso para absorção de impacto. Além disso, o parque será ampliado em aproximadamente 45 mil m² de um total de 206 mil m², na área situada no cruzamento entre a Rua Bom Pastor e a Rua dos Sorocabanos.

O local contará com pista de skate, aparelhos de ginástica, parquinho, edifício administrativo, sanitários públicos e sala multiuso acessíveis, além de rota para pessoas com deficiência composta por planos inclinados, rampas e caminhos em deck de madeira plástica e concreto desempenado. Isso garantirá a conexão entre as principais áreas de intervenção e o acesso à “Casa do Grito” e à área do Monumento.

Este espaço também passa por melhorias nas edificações, acessibilidade e climatização, por parte da SPObras. No “Monumento à Independência”, a reforma e conservação contemplam atividades de limpeza dos granitos, correção de problemas de infiltrações, troca do sistema de ar-condicionado, readequação dos banheiros, novas instalações elétricas e melhoria das condições de acessibilidade. Há, ainda, a readequação dos níveis existentes no espaço expositivo interno, incluindo a instalação de uma plataforma elevatória para possibilitar o acesso ao nível da “Cripta Imperial”.

Serviços gerais são executados no pátio externo junto ao Monumento, como a readequação da geometria do local. Também estão sendo implantados dois jardins de chuva junto ao pátio para resolver o problema do acúmulo de águas pluviais, que são destinados a reter e absorver o escoamento da água da chuva que flui de telhados, pátios, gramados, calçadas e ruas. As peças quebradas do piso de granito já foram substituídas por outras equivalentes.

A “Casa do Grito” conta com a recuperação de trincas existentes, aplicação de nova pintura da edificação e a abertura de novos acessos externos. Os dois mirantes localizados na área estavam danificados e também estão sendo recuperados.

A entrega do Parque Independência modernizado à população é feita em conjunto com a reabertura do Museu do Ipiranga – fechado por nove anos para reforma, e administrado atualmente pela USP (Universidade de São Paulo).

O prefeito Ricardo Nunes fez uma visita técnica no espaço, na manhã desta segunda-feira (29), e destacou que a reabertura do Museu será um grande presente para população de São Paulo. “Vai vir gente do mundo inteiro visitar o nosso Museu do Ipiranga”, afirmou.


Museu do Ipiranga e Jardim Francês
Com a finalização das obras de ampliação e restauro do Museu do Ipiranga em setembro deste ano, o Brasil ganhará um dos mais completos e modernos museus da América Latina. Nos últimos três anos, o Museu passou por uma reforma que angariou o maior valor já captado entre a iniciativa privada pela Lei Federal de Incentivo à Cultura. A expectativa é de que, após as obras, o novo museu passe a receber entre 900 mil e 1 milhão de visitantes por ano. O custo total da obra foi de R$ 235 milhões. Foram feitos aportes pelo Governo do Estado e parte por empresas, mas sem incentivo fiscal. O governo estadual investiu R$ 34 milhões no museu,  dos quais R$ 15 milhões foram no Edifício Monumento e R$ 19 milhões no Jardim Francês.

A obra é executada em duas grandes frentes: restauro do Edifício-Monumento e construção de um edifício ampliação. O projeto incluiu a modernização e ampliação do espaço que passa a ser totalmente acessível; 3.500 obras do acervo passaram por restauro e ganharão recursos multissensoriais nas mostras da reabertura. Prezando pela integridade do conjunto, o Novo Museu do Ipiranga também terá restaurado o Jardim Francês, localizado em frente ao Edifício-Monumento. Estimada em R$ 19 milhões e custeada pelo Governo do Estado, a obra previu a restauração de toda a área construída e de paisagismo.


Fauna e Flora
O Parque Independência é rico também em espécies da fauna e flora. Já foram identificadas 160 espécies arbóreas, metade nativa da cidade de São Paulo e 39% tidas como exóticas. Destacam-se a araucária, o pau-ferro, a paineira, a árvore-da-borracha e o amendoim-acácia, usados no paisagismo.

Já a fauna tem o registro de 94 espécies, sendo 73 de aves e quatro mamíferos. Há 14 tipos de borboletas também catalogados. Entre os mamíferos, estão a preguiça-de-três-dedos, o gambá-de-orelha-preta e os saguis-de-tufo-branco e de-tufo-reto. O lugar é ótimo para avistar papagaios, periquitos, maracanãs e tuins, além de pica-paus e pássaros da família do bem-te-vi.

 

 

SECOM – Prefeitura da Cidade de São Paulo

VEJA TAMBÉM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dezenove − doze =

lateral 2 Banner Precisando divulgar? LIT
pace il mondo

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist